A gravidez quando chega pode ser um sonho realizado para algumas e um grande susto para outras. Imaginar uma criança crescendo dentro de si e como tudo mudará a partir daquele momento pode ser um turbilhão de emoções.

Muitas mulheres tentam por muito tempo e por algum motivo demoram a conceber uma criança. Um leve sintoma diferente já é motivo de alegria por estar mais próxima de realizar esse sonho.

A questão é que para cada pessoa é diferente, mas para todas gera uma aflição, a grande dúvida se está ou não grávida. Qualquer coisinha diferente já vem o pensamento sobre a possível gravidez na cabeça.

Não é fácil passar por tudo isso, o melhor sempre é ter informações e conseguir notar com mais facilidade o que realmente pode ser um sintoma de gravidez. Para te ajudar a não ter mais dúvidas preparamos este artigo super completo para você, nele iremos abordar os seguintes tópicos:

  • Quais são os primeiros sintomas da gravidez?
  • Quais são os sintomas mais comuns e quando vão ocorrendo?
  • Qual a melhor forma de lidar com os sintomas da gravidez?
  • Como ter certeza de que realmente está grávida?
  • É possível estar grávida tomando anticoncepcional?
  • Existe falso negativo ou é mito?
  • Estou grávida, e agora?
  • Quando realizar o primeiro ultrassom?
  • Como calcular as semanas/meses do bebê?
  • Conclusão

Está pronta para descobrir mais sobre tudo isso? Reserve um tempinho e leia com atenção!

Quais são os primeiros sintomas da gravidez?

Os sintomas da gravidez podem ser mais intensos para algumas mulheres, mais leves para outras. Podem acontecer em épocas diferentes e serem confundidos com diversos outros problemas, até a tão famosa TPM.

Apesar de tudo variar muito de mulher para mulher, existem alguns sintomas que estão quase sempre presentes no cotidiano das grávidas. O primeiro sintoma a ser notado normalmente é o atraso menstrual, mas para quem presta atenção consegue notar que começa um pouquinho antes disso.

Se você já está com aquela dúvida se está ou não grávida fique atenta ao seu corpo e descubra se já está com algum dos primeiros sintomas da gravidez:

  • O aumento de idas ao banheiro ao longo do dia, vontade de urinar com muito mais frequência que o normal;
  • Seios mais sensíveis, inchados e com formigamentos;
  • Cansaço e sono excessivo ao longo do dia;
  • Enjoos matinais;
  • Menstruação atrasada;
  • Mudança na cor das aréolas do seio;
  • Desejos por alimentos.

É importante mencionar que apesar de serem os primeiros sintomas mais comuns na gravidez, podem ser causados por algo diferente. Pela própria menstruação que vai chegar ou algum outro problema de saúde.

O mais garantido para tirar de vez a dúvida e descobrir se é gravidez ou não é realizando um teste, seja indo até um médico, fazendo um exame de sangue ou mesmo o teste de farmácia.

Ainda quer saber mais sobre os sintomas da gravidez? Não se preocupe que tem mais…

Quais são os sintomas mais comuns e quando vão ocorrendo?

Todos os sintomas que mencionamos antes são comuns entre as grávidas, mas ainda tem alguns outros que não são muito comentados.  Para te deixar bem informada iremos detalhar cada um desses principais sintomas da gravidez.

Acompanhe a seguir:

Atraso na menstruação

Sempre que há um atraso na menstruação já vem aquela tensão quanto a gravidez. No entanto é considerado um sintoma de gravidez quando chega a 15 dias de atraso. Atrasos entre 5 e 8 dias são completamente comuns e nem sempre gravidez.

Outra coisa importante de ressaltar é que cada corpo é diferente e algumas vezes a própria ansiedade pelo atraso acaba atrasando ainda mais, mesmo sem estar grávida.

Seios inchados e/ou sensíveis

Esse sintoma muitas vezes não ganha muita importância, mas aparece tanto um pouco antes da menstruação quanto já nas primeiras semanas de gravidez. Ele acontece por causa das mudanças nas mamas para a gestação que tornam a região muito mais sensível.

Náuseas e enjoos, com ou sem vômitos

No primeiro trimestre da gravidez esse é o sintoma que mais incomoda e levanta suspeitas da possível gravidez. Entre 70% e 80% das grávidas podem ter enjoos matinais nas primeiras semanas da gravidez.

Normalmente as náuseas e enjoos surgem entre a 6º semana gerando bastante desconforto e vão até a 12º semana.

Fazer xixi com maior frequência

Conforme o útero vai aumentando para acompanhar o crescimento do bebê, a bexiga da mulher vai sendo comprimida. Por isso aumenta tanto a vontade de ir ao banheiro durante a gravidez, já que a bexiga praticamente não retém líquidos.

Cansaço

O primeiro e o terceiro trimestre de gestação são os que mais deixam as mulheres cansadas, sem energia para a mais simples rotina. O corpo faz muito esforço para que o bebê consiga se desenvolver, com isso boa parte da energia da mamãe é gasta.

Sonolência

A sonolência vem por dois grandes motivos, pelo cansaço e excesso de energia gasta na gestação do bebê e também pelo alto nível de progesterona. Essas mudanças hormonais causam o sono e a irritabilidade, além de toda aquela emoção sentida na gravidez.

Tristeza ou um humor triste

Para aquelas mulheres que sempre sonharam em ser mães muitas vezes é um choque se sentir triste durante a gravidez. Mas não se preocupe, é realmente normal.

Você estará passando por diversas mudanças simultâneas em seu corpo, estará cansada, com dores e mudanças de humor a qualquer momento. Todos os sintomas tornam totalmente compreensível dar uma certa tristeza durante o processo todo.

Mudanças no humor

Com todas as mudanças acontecendo durante a gravidez você pode sentir alegria, felicidade e empolgação. Também é comum sentir incerteza ou medo, irritabilidade, tranquilidade e ter maior dependência de seu parceiro ou familiares.

Todas essas e muitas outras mudanças no seu humor são comuns entre os sintomas da gravidez.

Inchaço

Tecnicamente chamado de edema, os inchaços nas mãos, pés, pernas e braços são muito comuns durante a gravidez.

Isso acontece por que com o crescimento do bebê em sua barriga algumas veias são comprimidas, fazendo com que o sangue circule muito lentamente. Consequentemente essa má circulação do sangue causa o inchaço corporal.

Sangramento leve

Esse é um dos primeiros sintomas a aparecer e é muito confundido com a menstruação. Costuma ocorrer entre a terceira e quarta semana de gestação, causada pela fecundação do óvulo.

Cólicas

Outro sintoma de gravidez que pode muito facilmente ser confundido com os sintomas de TPM. As cólicas abdominais podem aparecer a qualquer momento, inclusive nas primeiras semanas de gestação.

Aversão a algumas comidas e cheiros

O paladar e olfato ficam muito mais sensíveis durante a gravidez. Muitas mulheres deixam de usar perfumes e não conseguem nem ver na frente comidas que antes elas adoravam.

Desejos por alguns alimentos

Em alguns momentos dá uma vontade intensa de algum alimento ou até alguma combinação de alimentos. Muitas vezes essas combinações podem parecer estranhíssimas para as pessoas ao redor, mas faz parte da gravidez não é mesmo?

Dor nas costas

Grande parte das gestantes que chegam ao médico para seus primeiros exames queixam-se sobre a dor nas costas. O sintoma é causado por diversos fatores desde má postura, excesso de atividades físicas até pelos hormônios.

Aréolas mais escuras

As veias dos seios ficam mais aparentes e as aréolas mais escuras durante a gravidez, já que o corpo começa a se preparar para a amamentação. Também é um dos primeiros e mais comuns sintomas de gravidez.

Você está tendo algum desses sintomas? Descubra no próximo tópico algumas soluções ou maneiras de lidar com esses sintomas!

Qual a melhor forma de lidar com os sintomas da gravidez?

Como você conseguiu observar são muitos sintomas, para algumas mulheres é mais tranquilo e mal sentem nada. Agora para outras é um momento muito difícil e desconfortável.

Por isso que é sempre bom pegar aquela dica de ouro e aprender a lidar com os sintomas da gravidez da melhor forma possível. Assim conseguirá aproveitar muito mais essa fase que antecede a chegada do seu pequeno bebê.

Veja agora algumas maneiras de diminuir ao máximo alguns sintomas da gravidez:

Para evitar os enjoos

Para evitar os enjoos você deverá começar o dia com calma, sem levantar muito rápido da cama. Além disso é importante ter uma alimentação equilibrada , não ficar muito tempo sem comer e evitar alimentos com cheiro ou gosto muito forte.

Para evitar dores nas costas

Você deverá cuidar muito de si para conseguir evitar dores nas costas durante a gravidez. Levantar peso, fazer muitos exercícios ou ficar com má postura ao longo do dia está totalmente fora de cogitação.

Para evitar inchaços – edemas

O bom é que você não fique muito tempo em pé, quando precisar não fique parada, caminhe. Deite com as pernas esticadas para cima ou deixe seus pés em uma bacia de água morna salgada.

Para diminuir a dor nos seios

Busque usar um sutiã do tamanho adequado conforme seus seios forem crescendo, não continue com os mesmos que podem acabar machucando ou deixando desconfortável.

Para diminuir a vontade de urinar

Infelizmente essa você não pode controlar muito. Não diminua os líquidos e muito menos espere muito tempo para ir ao banheiro. A água é necessária tanto para você quanto para o bebê e esperar muito para ir ao banheiro poderá causar uma infecção.

Para diminuir o sono

Comece a ir dormir um pouquinho mais cedo e acordar um pouco mais tarde. Também é muito bom se você conseguir tirar um pequeno cochilo pela tarde, pode ser até logo após o almoço.

Então, você já está aqui vendo todas essas maneiras de lidar com os sintomas de gravidez, mas você já sabe se realmente está grávida? Ainda não? Então muita calma meu bem e veja no próximo tópico como descobrir!

Como ter certeza de que realmente está grávida?

É bom saber os sintomas de gravidez para ter uma ideia se realmente tem motivos para desconfiar. Só que a certeza mesmo só vem através de algum teste.

Não adianta vir com aquelas crenças caseiras, hoje existe recursos acessíveis para isso, não há motivos para vergonha não!

As duas principais formas de descobrir se você está grávida hoje em dia são os testes de farmácia ou um exame de sangue em um posto de saúde ou hospital. Ambos são procedimentos super simples de fazer e sem grandes custos financeiros.

O teste de gravidez de farmácia analisa em sua urina a presença do hormônio beta-HCG, hormônio produzido no momento em que o óvulo é fecundado. Existem vários modelos nas farmácias, você chega a encontrar por menos de R$10,00.

A confiabilidade dos testes de farmácia variam entre 95 até 99% por isso é sempre bom comprar dois e fazer novamente um tempinho depois. É bom fazer o teste uns dois ou três dias após o atraso menstrual.

O bom do teste de farmácia é que ele pode ser feito em casa no momento em que você se sentir mais tranquila e confortável para isso.

A outra opção é o teste de gravidez através do exame de sangue, em laboratórios particulares o exame costuma custar R$50,00 podendo variar. Aqui no Brasil com o SUS podemos fazer gratuitamente.

O exame de sangue demora alguns dias a mais para sair o resultado e não tem a privacidade toda que seria em sua casa. Mas em compensação é muito mais confiável que um teste de farmácia mais comum.

As duas são boas opções, você só não pode ficar sem fazer o teste! Está receosa porque acha impossível estar grávida? Veja nos próximos tópicos algumas situações que engravidam mesmo se prevenindo…

É possível estar grávida tomando anticoncepcional?

Apesar de as pílulas anticoncepcionais, assim como diversas outras maneiras de prevenção a gravidez, terem 95% de eficácia obviamente ainda não é 100%. Muitas pessoas tomam seus comprimidos direitinho ou usam camisinha e mesmo assim acontece a fecundação.

Parece brincadeira não é? Mas é real. Hoje nenhum método é 100% eficaz, nem mesmo ligamento de trompas ou vasectomia.

É muito difícil essas falhas acontecerem, os números são muito baixos mesmo, mas acabam acontecendo. Entenda as situações em que isso pode acontecer a seguir:

  • Começar a tomar qualquer antibiótico pode cortar o efeito da pílula;
  • Mudanças hormonais podem diminuir os efeitos do remédio;
  • Atrasos de mais de 12 horas ao tomar o remédio;
  • Pílulas vencidas;
  • Vômitos ou diarréias.

Infelizmente não conseguimos ter certeza quando a pílula anticoncepcional faz efeito ou não, mas caso você tenha passado por alguma dessas situações e esteja sentindo os sintomas que explicamos, talvez você realmente esteja grávida.

Se você não passou por essas situações e ainda não quer ter um bebê, é bom ter muito cuidado quando passar por alguma das coisas que falamos.

É importante ressaltar que cada corpo é diferente e tem formas diferentes de se adaptar a cada método. É importante estar sempre em acompanhamento com uma ginecologista para ter a orientação adequada.

E será que aquele tal de falso negativo existe mesmo?

Existe falso negativo ou é mito?

Infelizmente às vezes acontece o famoso falso negativo, que é quando a mulher está grávida mas ao fazer o teste o resultado dá negativo.

Isso acontece principalmente em testes de farmácia quando a gravidez ainda é muito recente. Então os níveis do hormônio beta HCG ainda estão muito baixos no corpo.

Por isso caso os sintomas de gravidez persistam é bom fazer um novo teste após alguns dias ou fazer um exame em um laboratório médico.

E se já deu positivo mesmo? O que fazer?

Estou grávida, e agora?

Se o seu resultado deu positivo pare, respire fundo e pense nas coisas mais tranquilas que você conseguir imaginar. Agora com essa tranquilidade você deverá começar a dar os próximos passos e tirar as milhares de dúvidas que surgirão.

Você ainda terá meses para se organizar, para se planejar e deixar o ambiente perfeito para a chegada do seu filho. Tudo isso com a coisa mais importante de todas, o amor que você dedicará a ele todos os dias.

Após refletir um pouquinho sobre tudo isso podemos começar a pensar nas coisas práticas sobre a sua gravidez. Você terá sim muito o que fazer pela frente e quanto mais planejado melhor.

Por isso preparamos uma listinha básica para os seus primeiros passos depois de confirmar a sua gravidez:

  • Marque e consulte um médico, já encaminhe o pré-natal e tudo o que precisar fazer;
  • Comece a cuidar de si ao longo de sua rotina, lembre-se que agora tem outra pessoa te acompanhando dia após dia;
  • Aproveite esse momento de espera, dê um tempo para si mesma relaxar e descansar;
  • Aproveite o apoio de seus amigos e familiares, ninguém precisa passar por tudo sozinha;
  • Faça um check-list de tudo que precisará para a chegada do seu pequeno, pode começar pelo quartinho(clique aqui)
  • Lembre-se que você pode fazer um chá de bebê e além do momento especial ganhar muitos presentes para o seu bebê!

Essas foram algumas dicas, mas é claro que não são regras. Você precisa fazer o que se sentir bem, claro que sem prejudicar a sua saúde ou a do seu filho.

E nessas consultas já vai ter ultrassom? Descubra mais a seguir…

Quando realizar o primeiro exame de ultrassom?

O exame de ultrassom é uma etapa muito emocionante para os pais, é a primeira vez que escutam o coração e conseguem ter um pequeno vislumbre do bebê. Além disso também é o momento em que o médico consegue observar se há mal formações ou qualquer outra questão que precise de cuidados ou providências.

O exame já pode ser feito a partir da quinta semana de gravidez, mas não é obrigatório logo de cara não. Normalmente o ultrassom é realizada três vezes, entenda:

  • No primeiro trimestre para confirmar a existência do embrião e analisar a formação do bebê;
  • No segundo trimestre é realizado o ultrassom mais importante da gravidez, aqui é possível ter a certeza quanto a qualquer problema de má formação;
  • No terceiro trimestre o ultrassom ocorre para analisar o desenvolvimento do feto, a posição do cordão umbilical, a placenta e mais alguns detalhes bem importantes para o nascimento.

 

Você fica perdida quando começam a misturar informações sobre semanas ou meses? Aprenda a seguir como calcular direitinho…

Como calcular as semanas/meses do bebê?

Para calcular quantas semanas tem o seu bebê você deverá saber a data da sua última menstruação. A partir desta data deverá contar as semanas de gestação e não pela data da relação sexual na qual a criança foi concebida.

Caso não saiba a data da última menstruação você consegue descobrir na sua consulta com ultrassom. Ali de acordo com a formação do bebê ou a quantidade do hormônio beta HCG o médico conseguirá indicar quantas semanas o bebê tem.

Para converter as semanas em meses é bem simples, cada mês corresponde a em torno de 4 semanas. Observe direitinho na tabela a seguir:

1º Trimestre 1 mês até as 4 semanas e meia de gestação
1º Trimestre 2 meses 4 semanas e meia a 9 semanas
1º Trimestre 3 meses 10 a 13 semanas e meia de gestação
2º Trimestre 4 meses 13 semanas e meia de gestação a 18 semanas
2º Trimestre 5 meses 19 a 22 semanas e meia de gestação
2º Trimestre 6 meses 23 a 27 semanas de gestação
3º Trimestre 7 meses 28 a 31 semanas e meia de gestação
3º Trimestre 8 meses 32 a 36 semanas de gestação
3º Trimestre 9 meses 37 a 42 semanas de gestação

(Fonte: TuaSaúde)

Aprendeu direitinho? Volte quantas vezes precisar para ler e reler o conteúdo e não esqueça de dar atenção a nossa conclusão geral logo abaixo…

Conclusão

Nessa conclusão podemos ressaltar que os sintomas de gravidez variam muito de corpo para corpo e não são nenhuma regra. Assim como vários desses sintomas podem ser de problemas sem relação alguma com gravidez.

O importante é fazer o teste de gravidez e ter a certeza absoluta, para só então começar a pensar nos próximos passos.

Se você estava tentando engravidar e ainda não veio o positivo que você tanto queria, não se preocupe! Existem algumas formas que podem te ajudar nisso. Busque se atualizar sobre o seu período fértil e sobre alimentos que auxiliam na ovulação e na fertilidade!

No tempo certo tudo funcionará e logo você estará com o seu recém-nascido no colo…

Para as futuras mamães que já receberam o positivo fiquem tranquilas, todas as mulheres nascem com uma força especial que as ajudam a superar cada etapa. Se cuide, pense e busque informações sobre a educação para seu filho e tudo dará certo!

Caso tenha ficado qualquer dúvida ou queira contar sua experiência é só deixar nos comentários. Não esqueça de compartilhar o texto com suas amigas e familiares!

 

 

Receba as novidades

No spam guarantee.

0 respostas

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *