Educar crianças não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Educar para ser um adulto feliz e independente é mais complicado ainda. Estudiosos do mundo inteiro desde o começo dos tempos estão nessa empreitada.

Como educar uma criança? Qual a melhor maneira para fazer isso?

Entre tantos “experimentos” e registros, um método se destacou muito foi o “Pedagogia Científica” mais conhecido em todo o mundo como Método Montessori.

Maria Montessori era uma mulher que quebrava paradigmas, formou-se em engenharia em uma escola exclusiva para homens, foi a terceira mulher a estudar medicina na Itália, a segunda a executar a profissão, e ainda conseguiu revolucionar a educação afetando todos os cantos do mundo.

Uma mulher tão forte que se recusava atuar no magistério como professora, por ser a única profissão em que as mulheres trabalhavam na época. Só que anos depois, em 1896, foi trabalhar com psiquiatria e descobriu como a educação era falha para as crianças com dificuldade de aprendizagem.

Você sabe no que essa nova percepção resultou?

Resultou em estudos, muitos livros, observações, criações de novos materiais e novas formas de educar. Ela chegou a uma nova forma de ver e entender as crianças.

Ao longo deste artigo você irá mergulhar no Método Montessori entendendo como esse novo sistema de educação pode transformar os seus filhos ou alunos em adultos independentes e felizes através de cada um dos tópicos a seguir:

  • O que é e como funciona a Educação Montessori?
  • Existem pessoas de sucesso educadas com o sistema de Montessori? Quem?
  • Como posso aplicar o Método Montessori para educar as crianças em casa?
  • Como posso me preparar para aplicar o Método Montessori?
  • E na escola, é possível educar com o sistema montessoriano?

Maria Montessori irá lhe mostrar uma nova percepção da criança e do ambiente que a rodeia. Continue lendo e descubra a melhor forma de levar isso para dentro de sua rotina…

O que é e como funciona a Educação Montessori?

O Método Montessori são diversas teorias, materiais e atividades práticas utilizadas em conjunto para ensinar e educar. Para Maria Montessori, e também para as milhares de pessoas que dedicaram a vida aplicando suas técnicas, é uma forma de colocar a criança como centro da aprendizagem.

A Método Montessori é baseado em seis importantes pilares que integrados possibilitam “libertar a verdadeira natureza do indivíduo”.

Afinal quais pilares são esses? O que será que eles tem de tão diferente da educação tradicional?

Os pilares são mesmo um pouco diferentes do que costumamos ver nas salas de aulas comuns, observe:

  • Autoeducação
  • Educação Cósmica
  • Educação como Ciência
  • Ambiente Preparado
  • Adulto Preparado
  • Criança Equilibrada

Quer entender melhor esses pilares? Preste atenção a seguir:

O pilar da Auto Educação é a ideia de que a criança consegue aprender sozinha, na tentativa e erro, ao interagir com o ambiente e ao se relacionar com as pessoas. Nela os professores apenas ensinam a utilizar ferramentas, todo o resto é com a criança.

O pilar da Educação Cósmica traz aquele conceito da própria ciência de que todas as coisas são conectadas, como os pássaros que estão ligados a árvore, que está ligada a terra, que é fértil pela ação de outros animais. Toda a natureza é organizada e conectada, a partir disso é possível encantar e ensinar multidisciplinar.

A Educação como Ciência é o pilar que utiliza o método científico na educação, é aplicar uma atividade ou propor um desafio e sem interromper a criança avaliar diariamente o seu desenvolvimento, suas pequenas conquistas e suas dificuldades.

O pilar Ambiente Preparado é o que seu próprio nome diz, ter uma casa ou sala de aula preparada para a criança, com desafios que ela consiga superar, com materiais que ela se interessa naquela fase e sem riscos para que ela explore de maneira independente.

O Adulto Preparado é aquele que irá se esforçar e se reeducar, para oferecer para a criança somente aquilo que é realmente necessário, deixando-a realizar as suas ações em seu próprio tempo, sem brigas ou interrupções.

E o último pilar, Criança Equilibrada, nele Montessori diz que a criança já nasce com algo que a indica o que deverá fazer, como engatinhar, caminhar, pular. Os adultos devem oferecer o que for preciso para esse desenvolvimento, assim a criança crescerá equilibrada, feliz e muito mais esforçada.

São lindos esses conceitos, né? O mais lindo ainda é o resultado que eles podem trazer… Descubra agora pessoas incríveis que foram educadas com o método de Montessori!

Existem pessoas de sucesso educadas com o sistema de Montessori? Quem?

Quando estamos tentando buscar o melhor para os nossos alunos ou filhos sempre pensamos nas referências, certo? Será que o método realmente funciona? Será que não estarei prejudicando ou mimando a criança?

Por isso selecionamos alguns exemplos de pessoas que em algum momento passaram por uma educação Montessori e fizeram a diferença no mundo, hoje sendo reconhecidos internacionalmente.

Ficou curioso(a)? Acompanhe abaixo:

Príncipe George – Membro da realeza da Inglaterra

Se a realeza da Inglaterra confia no método, quem somos nós para negar não é mesmo?

Em 2016 o pequeno Príncipe George começou a frequentar uma escola montessoriana próxima a sua casa, ato que deu grande visibilidade ao método ao redor do mundo.

 

Jeff Bezos – Fundador e CEO da Amazon

Jeff Bezos é o atual homem mais rico do mundo. Sua fortuna hoje é de US$112 bilhões.

Iniciou como uma loja de livros online e hoje controla uma das principais empresas de comércio eletrônico. É dono também da Blue Origin, do ramo de viagens espaciais, e em 2013 adquiriu o famoso jornal The Washignton Post.

Bezos chegou a se comprometer em doar $2.000.000,00 para a criação de escolas de alta qualidade inspiradas em Montessori para famílias sem teto.

 

Mark Zuckerberg – Fundador do Facebook

Mark Zuckerberg é o fundador e CEO do Facebook. Hoje possui um patrimônio de US$71 bilhões, sendo uma das pessoas mais ricas do mundo.

Antes disso foi estudante de uma escola montessoriana e posteriormente foi para Harvard, bagagem educacional que influenciou positivamente sua vida pessoal e carreira profissional.

 

Bill Gates – Fundador da Microsoft

Bill Gates frequentou uma escola montessoriana em seus primeiros anos de vida. Hoje ele é famoso por ter criado a Microsoft, um sistema presente em grande parte do mundo.

Ele é um empresário, investidor, filantropo e autor americano. Atualmente é o 2º homem mais rico do planeta, segundo a Forbes.

 

Beyoncé Knowles – Cantora e Compositora

A Beyoncé frequentou uma escola montessoriana até a 3° série. Aos 7 anos chegou a ganhar uma competição de dança organizada pela instituição.

Hoje como cantora e compositora de sucesso, ela é vencedora de 22 Grammys e está entre as 100 pessoas mais influentes do mundo.

 

Larry Page e Sergey Brin – Cofundadores do Google

Quem na atualidade não usa o Google e suas ferramentas no dia a dia?

Os fundadores da ferramenta de buscas que revolucionou a internet atribui todo o seu sucesso ao Método Montessori, que os incentivaram a agir com mais liberdade e explorar e não ficarem presos a regras, como falaram nessa entrevista.

Com todas essas pessoas incríveis você ficou convencido sobre a qualidade do Método Montessori? Vamos aprender a colocá-lo em prática?

Como posso aplicar para educar as crianças em casa?

Agora que você já entendeu o quão bom o método de Montessori para educar tanto bebês quanto para crianças para transformá-los em adultos felizes e de sucesso, vamos descobrir como aplicar?

No início poderá parecer estranho, um pouco diferente da rotina que você está acostumado, mas é possível aplicar esse método educando os seus filhos sim. Como você deve imaginar serão necessárias mudanças e muita dedicação.

Levando para dentro de sua casa a prática da educação Montessori, você deverá iniciar de três formas: Mudando algumas atitudes suas, deixando o local preparado para a criança e com os brinquedos e objetos adequados.

Entenda cada um dos itens:

Com os brinquedos e objetos adequados

Com poucos brinquedos, apenas aqueles que a criança realmente se interessa. No momento que tiver muitas opções a criança vai brincar só com um ou apenas um pouquinho com cada brinquedo e logo ficará entediada.

Você poderá guardar os brinquedos em uma caixa e ir trocando conforme a criança for perdendo o interesse.

Os brinquedos montessorianos são uma ótima opção para começar a incluir para a educação das crianças, são objetos que só termina se a criança conseguir concluir o desafio, sem que ninguém a ensine como fazer.

Alguns brinquedos Montessorianos para sua casa:

  • Móbile
  • Rodari
  • Bolas sensoriais
  • Livros de pano
  • Encaixes de madeira
  • Blocos de madeira
  • Pote da calma

Ainda há centenas de outras opções criadas a partir das ideias de Maria Montessori para Educação Infantil…

Deixando o local preparado

Quando falamos em um local preparado estamos nos referindo a um local pensado para a criança, onde ela possa se locomover, se divertir e aprender.

O ambiente não precisa ser sem obstáculos, afinal pequenos desafios devem fazer parte do desenvolvimento dela, só não poderá haver itens que apresentem riscos, como tomadas abertas por exemplo.

É preciso pensar em um ambiente em que você não precise mais das frases “Não faça isso, não mexe aí, cuidado com…”

A criança precisa ter a liberdade para explorar. A curiosidade é a grande característica das pessoas de sucesso, por que tirar isso das crianças?

Mudar algumas atitudes suas

Algumas atitudes precisam ser mudadas se você quer uma criança inteligente e feliz. Para você que provavelmente foi criado com uma educação mais rígida e tradicional poderá ser muito difícil no início, mas importante e necessário.

Você poderá começar a mudar focando nas seguintes maneiras de agir:

  • Não interromper a criança em seus diálogos e atividades;
  • Falar devagar, baixo e olhando nos olhos;
  • Mostrar as coisas quantas vezes forem necessárias;
  • Observar a criança e seus interesses e organizar as coisas de acordo com o interesse;
  • Quando houver problemas corrija o ambiente, não a criança.

Fazendo isso você conseguirá uma rotina mais tranquila em casa e ainda estará dando os primeiros passos para educar da maneira certa.

Essas foram as três formas de você começar a implementar o Método Montessori em casa, mas ainda temos muita coisa a abordar sobre como você deverá se preparar para esse novo método. Veja no próximo tópico…

Como posso me preparar para aplicar o Método Montessori?

A sua preparação e reeducação é uma das etapas mais importantes para que você consiga aplicar o Método Montessori em casa. A cada momento será um novo aprendizado e uma nova forma de ver as coisas.

Para isso realmente acontecer você precisará se abrir, se permitir experimentar e ser um pouco criança também.

Se reencantar com o mundo e trazer isso para as suas crianças. Nenhuma criança será um problema se você souber como lidar e educar. É possível torná-la calma, independente, inteligente e feliz sem métodos rígidos e ultrapassados.

Além das atitudes que falamos no tópico anterior, agora você irá ler e absorver outras formas que poderão lhe preparar melhor para essa nova forma de educar. Preste atenção a seguir:

Pensando no desenvolvimento dos seus filhos

Pensar no desenvolvimento dos seus filhos não é pensar apenas no que eles se tornarão como adultos e sim no que eles são e alcançam agora. Essa etapa é para você pensar no hoje e como essa etapa está sendo importante.

Você não tem que avaliar algo específico e sim cada conquista, cada novo desafio vencido, cada sorriso resultante de uma criança feliz. Muitas vezes somos muito duros, menosprezamos muitas coisas sem perceber o quão importantes são para aquele momento.

Busque ir mais a fundo no que a criança está com interesse naquele momento, como ajudar a mexer o bolo quando ela gosta de brincar de cozinhar ou cantar com ela quando ela está tocando algum instrumento de brinquedo.

Esses são momentos de amor, harmonia e equilíbrio que podem transformar a personalidade de uma criança.

 

Encontrando os motivos para amar mesmo entre as dificuldades

Sempre que perceber que está ficando irritado, estressado ou até com raiva da criança busque respirar fundo. Após se acalmar, pense em seu filho ou seu aluno, as pequenas coisas boas que você tem carinho.

Anote em um papel e atualize-o sempre que precisar. É preciso entender que educar não é fácil, mas tratar com raiva ou falta de interesse não trará benefício nenhum à criança.

Encontrar motivos para amar mesmo entre as dificuldades que aparecerão fará você ter mais paciência, calma e carinho com a criança que está educando.

Educando a si mesmo

Se reeducar não é fácil, mas é necessário. É interessante para você focar em pequenas ações diárias e depois ir expandindo para o resto da rotina. Busque ao invés de fazer pela criança, ensinar e deixar que ela faça, através do processo de tentativa e erro.

Por exemplo se você sempre vestir ela, dificilmente a criança aprenderá a se vestir. Agora, se você ensinar como colocar cada peça de roupa e todas as manhãs deixar que a criança se vista, em pouco tempo já estará ótima na pequena tarefa!

Pense em cada atividade da rotina de você e tente encontrar uma forma da criança fazer um pouco mais e você um pouquinho menos.

E quando a criança já estiver com a idade de ir para a escola, é possível continuar o Método Montessori em sala de aula? Existem escolas Montessorianas por aí? Descubra nos próximos tópicos!

E na escola, é possível educar com o Método Montessori?

É possível sim educar em sala de aula, na escola, com o Método Montessori. Hoje no Brasil são poucas escolas totalmente montessorianas atuando, principalmente comparando com a demanda existente.

O que é mais comum são professores implementado na rotina das crianças princípios de Montessori. Como ter liberdade para escolher atividades, trabalhar nela enquanto houver interesse, buscar sempre encantar e trazer a Educação Cósmica relacionando tudo o que for possível.

Se você é professor ou professora está está pensando em aderir o sistema de Montessori em sua sala de aula, você pode começar em dois sentidos. Primeiro mudando os materiais e segundo aplicando os 10 princípios do educador montessoriano.

 

Com materiais que as crianças além de aprender, possam explorar

Grande parte dos brinquedos vendidos hoje são cheio de cores, funções e possibilidades que acabam sendo estímulos demais para a criança. Além de que diminui muito a chance de que ela desenvolva a criatividade e o raciocínio lógico com eles.

Durante as pesquisas de Maria Montessori ela desenvolveu diversos materiais com coisas em diferentes texturas e formas, que atraem e ensinam de maneira equilibrada. A educação de Montessori trabalha com materiais concretos, que a criança possa pegar nas mãos, brincar e livremente e só depois realizar o desafio proposto.

O melhor é que você inclua o máximo possível dos materiais baseados nas ideias de Montessori em sala de aula. Além de que deverá dar a liberdade necessária para serem trabalhados.

Seguindo os 10 princípios do educador montessoriano

Para que leve a educação montessoriana para além das palavras e materiais, você como educador deverá aplicar os 10 princípios do educador montessoriano, escritos pela própria Maria Montessori:

  • Nunca toque a criança, a menos que seja convidado por ela de alguma maneira;
  • Nunca fale mal da criança em sua presença ou ausência;
  • Concentre-se em fortalecer e ajudar o desenvolvimento daquilo que é bom na criança, para que sua presença deixe cada vez menos espaço para o que é ruim;
  • Seja ativo na preparação do ambiente. Tome cuidado constante e seja meticuloso com ele. Ajude a criança a estabelecer relações construtivas com ele. Mostre o local adequado onde são guardados os meios de desenvolvimento e demonstre seu uso apropriado;
  • Esteja sempre pronto a responder à criança que precisa de você e sempre escute e responda à criança que a você recorre;
  • Respeite a criança que comete um erro e pode corrigir-se mais tarde, mas impeça com firmeza e imediatismo todas as más utilizações do ambiente e qualquer ação que coloque a criança em risco, assim como seu desenvolvimento ou os dos outros;
  • Respeite a criança que descansa, assiste ao trabalho dos outros ou pondera sobre o que ela mesma fez ou fará. Não a chame, nem a force a outras formas de atividade;
  • Ajude aqueles que estão à procura de atividade e não conseguem encontrar;
  • Seja incansável na repetição das apresentações para a criança que as recusou antes, ajudando a criança a adquirir o que ainda não possui e a superar imperfeições. Faça-o avivando o ambiente com cuidado, limites e silêncio, com palavras suaves e presença amável. Faça com que a criança que busca possa sentir sua presença, e esconda-se da criança que já encontrou o que buscava;
  • Sempre trate a criança com a melhor das boas maneiras, oferecendo o melhor que houver em você e à sua disposição.

É uma forma bem diferente de lidar se compararmos com os professores tradicionais, não é mesmo?

Conclusão

Aplicar o método Montessori na Educação Infantil exige muito estudo do assunto, para então conseguir saber como educar uma criança. O primeiro passo para você que também se apaixonou pelo método é buscar fontes de estudo e conteúdo.

A internet auxilia muito nesta etapa, no entanto, é bom que tenha cuidado para não estudar conteúdos rasos que não serão possíveis ou não trarão resultados na prática.

Aqui indicamos dois conteúdos para você continuar a aprender e tornar-se um educador montessoriano, seja em casa ou na escola:

Princípios de Montessori Para a Família e Outros Textos

“Este livro é uma introdução valiosa a ideias que poderão ajudar você a viver em paz com seus filhos e a dar suporte a um desenvolvimento integral, saudável e feliz para suas crianças. O Método Montessori tem mais de um século de existência, mas a cada nova criança, descobrimos sua atualidade e seu poder de transformação. O livro, dividido em duas partes, traz os princípios mais importantes descobertos por Maria Montessori para a convivência entre adultos e crianças e mais quinze textos importantes do Lar Montessori, referência sobre Montessori em língua portuguesa.”

Método Montessori na Educação dos Filhos


“Este bestseller sobre o Método Montessori abrange o extraordinário período de crescimento e desenvolvimento intelectual das crianças desde o nascimento até os 6 anos de idade, incluindo evidências neurocientíficas para uma abordagem que ajuda as crianças a desenvolver independência, concentração e curiosidade em relação ao seu mundo. O livro, totalmente ilustrado, contém inúmeras ideias de atividades práticas para serem desenvolvidas em conjunto e uma nova abordagem à educação com base no encorajamento e respeito.”

Método Montessori: Uma introdução para pais e professores


“Esta é reconhecidamente a melhor obra para pais, professores, estudantes e profissionais de pedagogia e educação em busca de respostas a essas perguntas. Paula Polk Lillard escreve a partir de sua experiência tanto como educadora como mãe preocupada com todas essas questões. Embora tenha atuado muitos anos como professora em escolas públicas norte-americanas, foi seu entusiasmo pela educação que seu próprio filho vivenciou em uma escola montessoriana que a levou a se tornar porta-voz do movimento Montessori nos Estados Unidos e no mundo.”

 

Lembre-se que mudando a forma de educar crianças para o Método Montessori além de você estar criando uma criança mais livre, independente e feliz, você estará investindo em um futuro com um mundo melhor!

Invista em seu estudo e dê o primeiro passo para educar com inteligência e muito amor…

 

Receba as novidades

No spam guarantee.

2 respostas
  1. Carol
    Carol says:

    Realmente, na correria do dia a dia é difícil agir tranquilamente com a criança e a nossa própria agitação prejudica o ambiente, sendo muito mais difícil lidar com dificuldades. É uma forma bem diferente de pensar mas que acredito que dá sim muitos resultados. Eu buscava aplicar em sala de aula, afinal o método da Montessori mostra muito sobre a felicidade e encantamento da criança! Gostei muito do conteúdo, a Maria Montessori realmente revolucionou a educação!

    Responder

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *