Os primeiros dentes de bebê

Sem dúvidas alguma, a fase da dentição do bebê é assustadora. Você faz o possível e o impossível e o bebê continua chorando. Você se sente mal pelo sofrimento do seu pequeno, sem saber o que fazer, não é nada fácil.

A dentição, apesar de ser um processo dolorido, não é algo negativo para o bebê. Significa que o seu filho está crescendo e ficando cada vez mais preparado para se alimentar de maneira independente.

Por isso neste artigo iremos lhe trazer informações sobre os dentes de bebê. Sobre essa nova fase de crescimento, suas consequências e alguns meios para lidar com isso. Veja os tópicos que iremos mostrar aqui:

  • Quando nascem os primeiros dentinhos?
  • Como identificar que os dentes estão crescendo?
  • Quais os cuidados que se deve ter nessa fase?
  • Como aliviar a dor do bebê durante a dentição?
  • Quais são as opções de produtos no mercado?
  • Qual a opinião das outras mamães sobre eles?

Apesar de ser um momento delicado, é normal e acontece com todas as crianças. Entender bem o processo de dentição poderá facilitar no dia a dia. Vamos estudar um pouquinho mais?

Quando nascem os primeiros dentinhos?

Segundo o blog Tua Saúde, os primeiros dentes de bebê começam a nascer entre 6 e 9 meses de idade. Essa idade é uma média, mas podem acontecer casos em que os dentinhos crescem antes dos 6 meses ou casos em que o bebê está chegando próximo a um aninho e ainda não iniciou a dentição.

A dentição de leite ainda pode ir até os 5 anos de idade, seguindo mais ou menos a seguinte ordem:

  • Entre 6 e 12 meses – Dentes incisivos inferiores;
  • Entre 7 e 10 meses – Dentes incisivos superiores;
  • Entre 9 e 12 meses – Dentes laterais superiores e inferiores;
  • Entre 12 e 18 meses – Primeiros molares superiores e inferiores;
  • Entre 18 e 24 meses – Caninos superiores e inferiores;
  • Entre 24 e 30 meses – Segundos molares inferiores e superiores.

Tudo podendo variar de acordo com a criança, sua saúde e sua alimentação. Normalmente o crescimento dos primeiros dentes de bebê também significam a introdução de sólidos, explorando novos alimentos além do leite materno.

Só é necessário buscar um especialista se a criança já estiver passando do um ano de idade sem os dentinhos.

E como saber se os dentes de bebê realmente estão nascendo? Que é esse o problema do seu pequeno e não algum outro motivo que precise de auxílio médico?

Como identificar que os dentes estão crescendo?

Bebês são extremamente sensíveis, o que causa muita preocupação para os seus familiares. Às vezes os pais já fizeram de tudo para acalmar e tranquilizar o bebê , mas ainda assim não obtém resultados.

É aí que surge a dúvida: o neném está doente? São os dentes? O que esta causando esse desconforto todo? Como ter certeza que não é algo mais sério? 

Os sintomas de que os dentes de bebê estão realmente crescendo são bem variados, mas podem ser facilmente reconhecidos. Normalmente não aparecem ao mesmo tempo, mas diversos podem ser reconhecidos ao longo da rotina. 

Você pode identificar que o seu filho está passando pela fase da dentição a partir dos seguintes sintomas:

  • Sialorréia – O bebê está passando a produzir muito mais saliva, ficando babado com mais frequência do que antes;
  • Diarreia – Acompanhando com outros sintomas, o bebê tem diarreia como uma reação a dentição;
  • Irritabilidade – A criança fica manhosa, mesmo depois de alimentada, brincando e limpa continua chorando ou desconfortável;
  • Insônia –  Mesmo cansada, a criança tem dificuldade para dormir e acorda muito mais vezes que o normal durante o seu sono;
  • Febre baixa – Como reação inflamatória, a criança está apresentando febre baixa;
  • Inapetência – O bebê não quer mamar, apresenta falta de apetite;
  • Mastigação – A criança começa a colocar na boca todos os objetos ao seu redor, muitas vezes mastigando a nossa roupa quando estamos com ela no colo.

Principalmente para os pais de primeira viagem, todos esses sintomas podem ser assustadores. Só que é normal de toda a criança, o importante é que você acompanhe de pertinho e garanta todas as providências necessárias para deixar esse momento mais leve.

Você descobriu que o seu bebezinho está entrando na fase da dentição? Veja no nosso próximo tópico quais são os cuidados necessários para os dentes de bebê!

Quais os cuidados que se deve ter nessa fase?

Mesmo antes dos dentinhos aparecerem já é extremamente importante ter cuidado com a boca do bebê. Assim você estará garantindo a saúde do seu filho!

Quando os dentinhos ainda não nasceram você poderá fazer uma limpeza, utilizando um paninho úmido. Faça a limpeza na língua, gengivas e bochechas em torno de duas vezes ao dia.

A partir do momento que o primeiro dentinho surgir, você poderá iniciar a escovação. De preferência com uma escova de dente específica para a primeira infância, para não correr o risco de machucar a gengiva.

O uso de creme dental também é importante a partir dos 14 meses de idade. Já o uso de enxaguante ou fio dental, são recomendados apenas a partir dos 6 anos de idade. 

Caso você possua dúvidas ou inseguranças, é sempre bom consultar um odontopediatra. Assim você terá a melhor orientação possível para essa fase de crescimento do seu filho.

Nós já vimos aqui como identificar o surgimento dos dentinhos e os cuidados que você deve ter nesse processo. Veja agora meios de aliviar a dor do seu pequenino neste momento tão delicado…

Como aliviar a dor do bebê durante a dentição?

Quem já viu de perto ou está passando por isso agora sabe como é uma época difícil para a criança e sua família. Muda a rotina de sono, não está feliz para brincar, mama pouco pois está sem fome e depois chora porque não foi o suficiente. É realmente estressante.

O que eu acredito que seja o mais díficil de tudo é saber que o seu filho está sofrendo. Saber que o bebê está com dor e não ter como ajudar.

Apesar de não ter nada que resolva 100% as dificuldades dos primeiros dentes de bebê, existem sim alguns meios de deixar esse processo menos sofrido, de aliviar a dor do seu pequeno!

Como comentamos aqui, um dos grandes sintomas de que os dentes de bebê estão surgindo, é quando a criança começa a morder tudo o que vê pela frente. Estar colocando tudo na boca não é algo aleatório, é uma maneira natural que os bebês encontram para fazer pressão na gengiva. Com essa pressão onde o dente está crescendo os bebês conseguem aliviar um pouco da própria dor.

Por isso que muitas vezes só de estar segurando no colo ajuda, já que eles conseguem fazer essa pressão nos outros ombros. E talvez por esse mesmo motivo, eles não conseguem dormir no berço, já que é macio e não proporciona esse alívio.

Uma massagem bem gentil, com os dedos devidamente higienizados, também pode ajudar com a dor.

Além disso você também pode investir em mordedores específicos para essa fase. Assim você consegue testar o que realmente funciona para o seu neném.

Quer conhecer quais são esses produtos que podem se tornar boas ferramentas para o alívio do seu bebê? Dá uma olhada a seguir:

Quais são as opções de produtos no mercado?

Existem diversos de produtos que podem auxiliar durante a dentição das crianças. Cada um com suas funções e benefícios variadas, assim como qualidade e preço.

Para você adquirir acredito que os principais sejam os três seguintes produtos: babadores, mordedores e paninhos.

Babadores pois como já falamos aqui, com os primeiros dentinhos também vem o aumento da saliva. O bebê vai estar crescendo, vai estar mais alerta para o mundo e colocando tudo na boca. Por isso é essencial ter recursos para higienizar ao longo do processo.

Os mordedores são importantíssimos para o alívio da dor, principalmente para aqueles momentos que você não consegue estar segurando ele no colo. Você encontrará os mais diversos modelos na internet, mas a minha dica são de três modelos específicos.

O primeiro mordedor que recomendo para aliviar a dor é o com líquido dentro, que você pode colocar na geladeira antes de dar para o bebê. O brinquedo, combinado com o frio irá amenizar bastante o sofrimento.

O segundo são os mordedores massageadores, desenvolvidos para essa fase de crescimento. Como por exemplo o modelo Massageador de gengiva soft relax frutas da Chicco!

O terceiro modelo de mordedor que recomendo para essa fase é aquele que é fácil de segurar. Pois se você precisar fazer algo e o brinquedo ficar caindo toda hora o bebê irá ficar frustrado e não trará alívio nenhum. Para isso são bons modelos maiores, como o Mordedor Chaveiro ou os que são mais parecidos com uma bola. Assim mesmo girando e passando de uma mão para outra o bebê ainda consegue segurar e colocar na boca.

Quer ver os relatos de algumas mamães que já utilizaram alguns produtos para ajudar nessa época? Preste atenção no nosso próximo tópico:

Qual a opinião das outras mamães sobre eles?

Veja a opinião de algumas mamães sobre os mordedores para bebês retiradas do Baby Center Brasil!

“Tem uma girafinha chamada Sophia que foi o melhor investimento que fiz em relação à mordedor! Ela encaixa perfeitamente para coçar todos os dentinhos ! Meu filho amou desde o primeiro dia ! É macia , flexível, perfeita, além de fofinha! Rssss”

“Minha bebê tem vários mordedores mas o preferido da bebê e, na minha opinião, o de melhor qualidade (anatomicamente para as mãozinhas e macio com cerdas para coçar sem machucar) é a bananinha nûby. Paguei uns $50 mas valeu a pena. É o preferido e já estamos indo pro 6° dentinho  … só a bananinha pra ajudar!!! Nenê dent pras mamadas e paracetamol quando a febre pega.”

“Aqui eu dei um da Fischer Price, comprei em uma promoção ótima no shopping da minha cidade, o kit com dois estava de 49,90 por 19,90, ela amou, super molinho é fácil de segurar.”

Conclusão

Se você está passando por essa fase com o seu filho agora: respire fundo! Relaxe e saiba que você só precisa deixar o seu filho confortável e estar lá para ele. Infelizmente ainda não conseguimos parar instantaneamente as dores das nossas crianças e está tudo bem!

A dentição é um processo natural e vai passar no seu próprio tempo. Isso significa que o seu bebê está crescendo saudável. Ele está indo para a próxima fase, evoluindo e se preparando para o mundo.

O essencial é que você não cobre tanto de si mesma, teste os meios que funcionem melhor e encha seu filho de amor e carinho. Tenho certeza de que apenas isso já fará total diferença.

Já passou por isso? Como foi para você lidar com os primeiros dentes do seu filho? Tem alguma dica para as mamães de plantão? Deixe sua resposta nos comentários abaixo!

Veja alguns outros conteúdos que você também pode gostar:

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *